O que você achou do nosso site?



17/01/2019
Programa Carne Pampa fecha 2018 com crescimento de 22% no número de animais certificados


Os números comprovam os avanços do mais antigo programa de carne qualidade do Brasil, principalmente na última década. Comparado a 2006, que registrou 2,5 mil certificações, o volume anual já é 20 vezes maior.

Atualmente, seis plantas frigoríficas distribuem a Carne Certificada Hereford (CCH) ao mercado: duas no Rio Grande do Sul, duas em Santa Catarina, uma no Paraná e outra em São Paulo, que passou a integrar a lista em setembro de 2018. A quantidade de carne embalada com o selo CCH durante o ano passou de mil toneladas.

A gerente do Programa Carne Pampa, Fabiana Freitas, destaca a recuperação do setor, após um decréscimo de 2016 para 2017. “De um déficit de 12%, com a saída de três unidades frigoríficas, o que representou uma queda considerável nos nossos números de produção, nós conseguimos reverter esse cenário em 2018”, pondera. A perspectiva para 2019 e 2020 é de aumentar o número de abates e conquistar a abertura de novos mercados nas regiões Centro-Oeste e Norte do país. Hoje, três mil produtores fornecem animais para o programa.

Em clima de aniversário

Pioneiro na certificação de carne no Brasil, o Programa Carne Pampa completou 20 anos com importantes conquistas. Fundado em 1998, realizou o primeiro abate em 1999, em um frigorífico de Bagé (RS). As atividades foram interrompidas no final de 2001, em decorrência de um surto de febre aftosa no país, e retomadas em 2005, somando 417,8 mil animais certificados até o fim de 2018.

Já são mais de dois mil pontos de venda, distribuídos em todo o país, de boutiques de carnes a grandes redes de supermercados. Hoje, a Carne Certificada Hereford é servida com exclusividade em nove locais, sete deles localizados em São Paulo. No Rio Grande do Sul, são dois: a Los Cinco Parrillaria, recém aberta em Porto Alegre, e o Parador Hampel em São Francisco de Paula, que além do cardápio com 100% carne Hereford, realiza todos os domingos o projeto A Ferro e Fogo, um tradicional assado gaúcho no fogo de chão.

Durante o ano comemorativo, a Carne Certificada Hereford também foi destaque em importantes eventos gastronômicos, como a Churrascada 2018, com o primeiro Dry Aged certificado do Brasil, em parceria com o especialista em carnes Rogério Betti, o Mesa São Paulo, que reuniu os maiores chefs da América Latina, como o argentino Francis Mallmann, e o lançamento do blend de hambúrguer Best Beef Hereford, assinado pelo chef Marcos Livi.

Como funciona a certificação

O selo Carne Certificada Hereford é parte do Programa Carne Pampa, criado pela ABHB com base na seleção zootécnica de bovinos das raças Hereford e Braford. Ao longo de duas décadas de existência, o programa aprimorou constantemente seus processos de certificação de produtos cárneos, tornando-se referência no setor.

A ABHB concede o selo CCH a todo produto que foi auditado e classificado pela entidade, sendo necessário o acompanhamento de um técnico certificador do programa, desde a obtenção da matéria prima (animal vivo) até a expedição do produto final (carne embalada).

Todo o produto que for obtido e processado conforme o Protocolo Carne Certificada Hereford, aprovado junto à CNA, está apto a ser identificado com o selo de qualidade na embalagem, acompanhado da marca comercial do frigorífico parceiro.

Fonte: Portal do Agronegócio.


 Voltar  Enviar para um amigo  Imprimir

 20/02/2019 - Cotação Diária do Boi Gordo em 19/02/19
 20/02/2019 - Apesar dos detratores, a demanda por carne bovina cresceu em ritmo acelerado
 20/02/2019 - Boi: Volume de animais abatidos no BR se eleva em 2018
 20/02/2019 - Boi gordo tem queda no preço
 20/02/2019 - Previsão do Tempo para esta Quinta-feira (21/02/2019)

 
 

Nome
E-mail