O que você achou do nosso site?



28/01/2019
China adere à carne bovina nas festividades


Gerrard Liu, um dos líderes da consultoria chinesa Meat International Group (MIG), disse à Tardáguila Agromercados que “a população da China envia a carne como um presente, especialmente nas celebrações clássicas do país, como outono ou primavera”.Ele explicou que isso está acontecendo porque na China a carne bovina é vista como um alimento nutritivo e saboroso. “Portanto, um número crescente de chineses está enviando este produto como um presente em festas tradicionais”, explicou.

As opções mais populares na hora de oferecer esta proteína são a carne de Wagyu, alguns cortes finos de animais terminados a grão, como bifes, ou outros de animais terminados a pasto, entre os quais se destacam o garrón ou o vazio.

Liu acrescentou que nas caixas o que é dado é “principalmente” carne importada. “A carne importada é a opção mais popular, uma vez que é atualmente o produto com melhor aceitação no mercado chinês, pois os consumidores confiam na segurança alimentar do produto importado”, afirmou.

O consumo de carne bovina na China é de 6 quilos por pessoa por ano, um modesto 10% do uruguaio, mas está crescendo. Se a China consumisse 10 quilos por ano por pessoa, não atingiria a quantidade do produto que é comercializado internacionalmente para satisfazer essa demanda.

Fonte: BeefPoint


 Voltar  Enviar para um amigo  Imprimir

 18/04/2019 - Cotação Diária do Boi Gordo em 17/04/19
 18/04/2019 - Se colar, colou
 18/04/2019 - Pará: melhora de um lado e piora do outro
 18/04/2019 - Sebo: viés de baixa perdeu força
 18/04/2019 - Previsão do Tempo para esta Sexta-feira (19/04/2019)

 
 

Nome
E-mail