O que você achou do nosso site?



12/05/2014
Plano Safra ajustará seguro rural e linha especial para pecuária, diz Mapa


Adequações no Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) estão previstas para o Plano Safra 2014/2015, que será lançando no dia 19 de maio em Rio Verde, Goiás. Entre as mudanças, destaca-se também a linha de crédito específica para a pecuária brasileira. Em coletiva realizada nesta sexta-feira (9), em Cuiabá, o novo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Seneri Paludo, destacou ajustes necessários no novo Plano Agrícola e Pecuário contemplando exigências dos produtos rurais.

Segundo ele, o seguro rural deverá garantir não somente a produção, mas a rentabilidade gerada no negócio. Além disso, é previsto que o próprio produtor receba o valor do seguro e possa escolhar a seguradora - atualmente os valores são repassados ao produtor pela seguradora habilitada pelo Mapa.

Os valores ainda não foram divulgados, mas a estimativa é que os recursos vão ser compatíveis com o aumento da produção agrícola no país. Na safra passada, foram destinados R$ 136 bilhões para a atividade agropecuária brasileira, sendo R$ 97,6 bilhões para financiamentos de custeio e comercialização, e outros R$ 38,4 bilhões para programas de investimentos. "Do total, foram tomados R$ 117 milhões até março deste ano. Sabemos que não faltará recursos para os produtores", enfatiza Paludo.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, ressalta que o seguro rural é o que mais preocupa o produtor rural. "Precisamos de redução no prêmio do seguro rural e aumento na abrangência do seguro".

Na pecuária, é solicitado crédito para ser aplicado na fase de cria dos animais e na recuperação das pastagens degradadas. "Nos últimos dois anos perdemos muitas matrizes. O produtor precisa de crédito para investir neste segmento. Do contrário, teremos uma baixa oferta de boi gordo e magro", disse o vice-presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Guilherme Nolasco.

Fonte: G1


 Voltar  Enviar para um amigo  Imprimir

 30/05/2019 - Novo Site CIA/UFPR
 13/05/2019 - Acordo pode fortalecer EUA no mercado de carne bovina do Japão
 13/05/2019 - Queda no preço do milho deve elevar confinamento em até 7%
 13/05/2019 - Exportações de boi em pé ajudam a sustentar preços de reposição
 13/05/2019 - Previsão do tempo para esta Terça-feira (14/05/2019)

 
 

Nome
E-mail